sábado, 6 de setembro de 2014

Perguntar não ofende: alguém já foi entrevistado pelos institutos de pesquisa? Ou pelo menos conhece quem já foi?



Período de eleições e as ditas “intenções de votos”, pesquisas realizadas pelos conhecidos institutos do Brasil. Será que os resultados dessas pesquisas refletem a realidade? Refletem a opinião de nós eleitores?

Antes que venham os famosos “Ah, isso é porque você não gostou do resultado!” ou “Você é partidário de partido A ou B.”. Então, sim e não. Sim, eu não gostei, e não, eu não sou partidário, não sou militante (ou coisa do tipo) de partido nenhum, assim como esse blog também não é. É sempre bom lembrar que esse trabalho NÃO É PARTIDÁRIO, e sim um trabalho com uma visão crítica tentando ser o mais imparcial possível.

Pois bem, voltando á questão das pesquisas, na maioria dos casos, o que se vê são pesquisas e resultados bem duvidosos, expondo o que nem sempre reflete a realidade. Não há transparência, o modus operandi dessas pesquisas, curiosamente, certo ocultismo por assim dizer impera, pois não divulgam, por exemplo, a não divulgação de dados básicos, como os bairros e as cidades aonde realizaram as pesquisas, e esse quadro piora levando em consideração o número de municípios que o Brasil possui, mais de 5.000!

Não obstante, temos um paradoxo, a realidade tem se mostrado bem diferente das tais “intenções de voto”. Nas eleições municipais da cidade de São Paulo em 2008, as pesquisas desses institutos mostravam resultados apontando Marta Suplicy do PT com grande vantagem sobre Gilberto Kassab do DEM, a primeira aparecia com 36%, e o segundo com 32%. Na realidade não foi isso, no 1º turno Kassab ficou com 33% contra 32% de Marta, e no 2º turno foi muito aquém do que dizia as pesquisas, Kassab venceu com 60% e Marta com 39!




Apuração dos votos eleições municipais, 1º turno, São Paulo 2012.




Apuração dos votos eleições municipais, 1º turno, São Paulo 2012.




Vejamos também um belo fiasco do Ibope, eleição estadual de 2012, estado de São Paulo, o Ibope apontou em votos válidos: José Serra do PSDB com 30,75%, Fernando Hadadd do PT com 28,98% e Celso Russomanno do PRB com 21,6%. Qual foi o resultado das apurações dos votos? Segundo turno entre Haddad e Serra, sendo que o primeiro venceu com 55,57% e o segundo ficou com 44,43% dos votos válidos.




Apuração dos votos eleições municipais, São Paulo 2012.



Ainda nas eleições de 2012, a coisa foi mais feia na cidade de Manaus, o Ibope apontou um empate entre Arthur Virgílio do PSDB e Vanessa Grazziotin do PCdoB, 34% e 32% respectivamente. 

 Conforme o gráfico extraído do blog do Reinaldo Azevedo (conforme fontes no final do texto):




*Os números que aparecem no alto da barra lilás indicam a margem de erro superior e inferior do Ibope; os que aparecem na parte de baixo, o que foi apurado pelo instituto. Os números no alto da barra marrom são os das urnas.



Trecho extraído da matéria:

“A margem de erro era de três pontos para mais ou para menos. O Ibope não acertou nem o terceiro colocado. A comunista teve nove pontos a menos do mínimo que lhe atribuía o instituto. Virgílio teve 3,55 a mais do que o máximo. Havia uma diferença de 20,6 pontos onde o Ibope dizia haver… dois! O erro beneficiava, objetivamente, a candidata apoiada pelo Planalto e pelo petismo.”



Diante do exposto, e ainda com o foco na realidade, faço um desafio a você que lê esse texto, compare a sua situação, por exemplo, hoje você vai ao supermercado com uma quantia “x” em dinheiro e compra a mesma quantidade de mantimentos que comprava há seis meses? É óbvio que não, e a diferença é colossal, isso é inflação. Você está satisfeito em pagar cinco meses de trabalho por ano em impostos e não ter nada em troca? Creio eu que não, isso é coerção. Agora a última, que é pertinente ás pesquisas de voto, faça você mesmo uma pesquisa, em sua casa, em sua vizinhança, na escola, no trabalho, etc, e compare com as ditas “intenções de voto”.


Pense nisso! Pense por você mesmo!


Ismael Oliveira.


FONTES:


http://noticias.r7.com/eleicoes-2014/dilma-e-marina-silva-permanecem-empatadas-e-iriam-ao-2-turno-diz-datafolha-03092014

http://noticias.r7.com/eleicoes-2014/aprovacao-do-governo-dilma-sobe-para-36-diz-ibope-03092014

http://www.tribunahoje.com/noticia/115957/politica/2014/09/04/aprovaco-do-governo-dilma-sobe-para-36-diz-ibope.html

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2008/interna/0,,OI3178847-EI11830,00.html

http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/indicadores_sociais_municipais/tabela1a.shtm

http://eleicoes.uol.com.br/2012/sao-paulo/

http://placar.eleicoes.uol.com.br/2008/1turno/sp/?cidade=71072

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/08/29/brasil-ja-tem-um-presidente-diz-montenegro-do-ibope-320046.asp

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,urnas-contrariam-pesquisas-mas-especialistas-negam-falha,254428

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-ibope-cometeu-erros-monumentais-e-ate-agora-nao-se-explicou-sera-que-o-eleitor-e-o-culpado-por-suas-falhas/

http://www.ibope.com.br/pt-br/conhecimento/historicopesquisaeleitoral/Paginas/default.aspx?k=Anos=2008%20AND%20CargosEleitorais=Prefeito%20AND%20Estados=%22S%C3%A3o%20Paulo%22%20AND%20Municipios=%22S%C3%A3o%20Paulo%22


VÍDEOS:

http://www.youtube.com/watch?v=Mozl_t5xrBA

http://www.youtube.com/watch?v=xt1a25kslnE

https://www.youtube.com/watch?v=k3TymXuTEYI

http://www.youtube.com/watch?v=VRS5pv4AhZ0


http://www.youtube.com/watch?v=4CSETfvT9_4




5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que civis comuns da classe média-baixa das regiões equidistantes não aparecem nas pesquisas, tampouco são entrevistados, porque o espaço amostral é pequeno. Geralmente esses institutos trabalham com uma amostragem de 2 a 3 mil entrevistados pela enquete, o que não chega a 1/10 da população duma região. No entanto, não duvido que haja parcial manipulação na empreitada.

      Excluir
    2. Embora não se prove manipulação de dados, e minha ideia não é isso, mas, mediante o exposto no texto, a situação é no mínimo curiosa.

      Obrigado pelo comentário.

      Excluir
  2. Parabéns pelo artigo, Ismael! Você abordou um tema muito comentado nos últimos dias. Realmente, acredito que as pessoas estejam se fazendo tais perguntas. Eu mesma não conheço e nunca conheci ninguém entrevistado nessas pesquisas. Além disso, creio que, quando realizadas, as regiões são escolhidas "a dedo". É muito fácil manipular um resultado quando se escolhe um reduto de petistas para fazer a seguinte pergunta: "qual o seu candidato à presidência?" Certamente a porcentagem de Dilma irá disparar. Pesquisa assim, até eu faço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado por sua participação!

      Você falou fácil, manipulação, ir no curralzinho deles e fazer a pesquisa é fácil!
      Abração!

      Excluir