sábado, 4 de outubro de 2014

Levy Fidélix e a discussão ideológica-Parte 1

Texto extraído integralmente do Blog Cristianismo em Foco

"Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é negá-la."      
 Tomás de Aquino 



Vamos falar um pouco de política, e irei dividir o tema em dois textos simples, sendo essa a primeira parte.

Eu confesso que essa eleição de 2014 tem me impressionado, mas precisamente no final delas, porque parece que temos uma luzinha no fim do túnel, é possível enxergá-la com uma lupa, parafraseando Cazuza, trago boas novas, esperanças num papel, não caiu do céu e eu sei o porquê.

Essa luz minúscula que por enquanto só é visível através de uma lupa, é a esperança, esperança de que venhamos a ter um verdadeiro confronto de idéias, sem o qual, não só uma sã cultura política, mas como também a própria democracia em si, elas não se sustentam. 

Essa eleição me surpreendeu, pois, mesmo tarde, começamos a ter um pouquinho de confronto de idéias, de princípios. Uma hegemonia de pensamento reina no atual cenário político brasileiro, hegemonia do pensamento de esquerda, hegemonia essa que praticamente exclui por inteiro a divergência de princípios. Até o momento o que se tem visto somente são idéias de cunho socialista, políticas estatais, com a eliminação da oposição ideológica, restaram somente discussões puramente administrativas. Lênin chamava isso de “estratégia das tesouras”, criando assim discussão de esquerda contra a esquerda. E isso é prejudicial, afinal, de que vale a democracia, se só um lado impera?

Nos debates, principalmente nos últimos, mesmo que ainda de uma maneira inibida, ainda superficial, tivemos um pouco do debate ideológico. Temas como o livre mercado, a diminuição do Estado, valores da família, temas como esse tem surgido.

Dentro do contexto, destacam se os candidatos Levy Fidélix e pastor Everaldo, porém, aqui iremos focar somente no primeiro, pois o segundo, mesmo tendo idéias muito boas, conforme a minha opinião, ele foi muito fraco, parecia não ter muita firmeza no que pregava.

Até o dado momento, estamos obtendo resultados positivos, ainda que de uma forma morosa, mas há uma (pequena) luz no túnel.




Levy Fidelix fala sobre a Esquerda e o Foro de São Paulo





 Levy Fidélix responde sobre casamento gay | Debate Record


2 comentários:

  1. É de fato esperançoso, e até corajoso que um candidato, em plena eleição, fale abertamente das mazelas esquerdistas. Porém é triste saber o quanto a esquerda, em sua hegemonia, estigmatizou todo e qualquer conceito de direita, a ponto de pessoas (e partidos), como Fidélix, se tornarem inexpressíveis, vistas como um babaca, como dissera um repórter da UOL, "um partido laranja, apenas pra encenar oposição". Essa hegemonia esquerdalha terá de cair. A partir de consciências como a de Fidélix, devemos tomar carona e fortalecer, divulgar -- sem medo e por todos os cantos -- aquilo que está fraco. "Não tenhais medo dos homens, pois nada há de encoberto que não venha a ser descoberto, nem de oculto que não venha a ser revelado. O que vos digo às escuras, dizei-o à luz do dia: o que vos é dito aos ouvidos, proclamai-o sobre os telhados" (Mt 10,26s).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom, Wagner!

      "Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade." 2 Coríntios 13:8

      Excluir