terça-feira, 28 de outubro de 2014

Mostrando as unhas, Dilma e o seu cavalo de tróia



Em suas primeiras palavras em discurso da vitória nas eleições para presidente de 2014, Dilma Rousseff fez questão de falar sobre a reforma política do PT, “participação popular”, o famigerado decreto 8243. Ela, o PT e a esquerda, falam desse projeto de uma forma muito bonita. 
Ela na verdade resolveu mostras as suas unhas. Mas afinal, do que se trata tal projeto? Vejamos:


Artigo 1º:


“Fica instituída a Política Nacional de Participação Social - PNPS, com o objetivo de fortalecer e articular os mecanismos e as instâncias democráticas de diálogo e a atuação conjunta entre a administração pública federal e a sociedade civil.” (grifo meu)

Quem é a “sociedade civil”? Conforme o segundo parágrafo: 



 “Para os fins deste Decreto, considera-se: 1 -  sociedade civil - o cidadão, os coletivos, os movimentos sociais institucionalizados ou não institucionalizados, suas redes e suas organizações;”

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Decreto/D8243.htm


O decreto fala sobre movimentos institucionalizados ou não. Logo, alguns dos ditos movimentos sociais são: MST (movimento dos sem terra), MPL (movimento passe livre), CUT (centra única dos trabalhadores), UNE (união nacional dos estudantes), TODAS essas sociedades civis, escolhidas pelo governo e alinhadas a ele, até porque também, nós trabalhadores, não temos tempo para ficarmos indo participar, por exemplo, de debates. 



Para ser mais objetivo, mais claro, a representação pela câmara, pela assembléia legislativa, etc, serão trocados pelos “conselhos populares”, idênticos como na época da extinta União Soviética e atualmente como no governo da Venezuela, ou seja, ditaduras! Isso nada mais é do que a institucionalização de soviets, falsa imagem de opinião popular. Isso é GOLPE! Iremos regredir!

Presidente Dilma Rousseff discursando junto a imagem de Lênin, sanguinário ditador comunista da ex União Soviética 

Os ditos movimentos sociais são crias do partido do PT, e logo, esse partido será fortalecido em detrimento de outros partidos e da sociedade. 


É ridículo, mas infelizmente, com a aprovação desse decreto, seremos representados também pelo MST, que pratica o terrorismo por meio de assaltos, destruições, invasões, etc, é considerado o braço armado do PT, partido o qual não obstante o governo financiar esse movimento, esse partido é solidário a essa aberração conforme:


http://www.mst.org.br/node/1016  - Solidariedade do pt ao MST:




Esse mesmo movimento, o MST, pratica atrocidades pelo Brasil, conforme:



Terrorismo e destruição na fazenda coqueiros, Carazinho, Rio Grande do Sul:


Terrorismo rural: MST destrói pés de laranja de fazenda em São Paulo:


Doze integrantes do MST são presos por praticarem assaltos em rodovia no Paraná:

Documentário proibido sobre o MST:


Mais informações sobre esse movimento:

TCU vê exageros em repasses do governo á movimentos sociais:
http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,tcu-ve-desperdicio-em-repasses-para-ongs-e-assentamentos,570055 


MST não possui CNPJ: http://www.alertatotal.net/2014/10/a-agenda-pre-insurgente-do-mst.html 

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2009/01/491380-mst-diz-que-nao-precisa-de-cnpj-para-fazer-reforma-agraria.shtml 

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,mst-nao-tem-cnpj-por-ser-um-movimento-afirma-stedile,331380

Maioria dos juízes do trabalho criticam o MST:
http://www.conjur.com.br/2009-mar-03/maioria-juizes-trabalho-critica-acoes-movimento-terra - 

Dentre os tais movimentos, o PT tem como alidada, a CUT (Central única dos trabalhadores), conforme:

Reunião da esquerda popular socialista. Notem que na bancada, a bandeira do PT está no meio das bandeiras da CUT e do MST.


Presidente Dilma Rousseff e representantes da CUT


Discurso de Mercadante em evento de apoio ao PT com participação da CUT. Abaixo, imagem do mesmo evento, notem em destaque, bandeira da CUT:



A UNE através de seu presidente apoiou Dilma Rousseff, e a mesma UNE expressou apoio a ditadura comunista da Coréia do Norte, conforme:


Esta mesma UNE, aliada ao PT, junto ao MST e mais outros "movimentos sociais", declararam apoio explícito á ditadura da Coréia do Norte no site do PCdo B, conforme:


Nota de apoio a ditadura norte coreana no site do PCdo B.



Partidos e movimentos que assinaram apoio a ditadura norte coreana

Fontes:

http://www.pcdob.org.br/noticia.php?id_noticia=209943&id_secao=9


http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2013/04/08/pc-do-b-divulga-carta-de-apoio-a-coreia-do-norte-pt-nega-ter-assinado.htm

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/pc-do-b-pt-psb-cut-e-une-fazem-o-que-nem-a-china-faz-dao-irrestrito-apoio-a-coreia-do-norte-e-acusam-a-sul-e-dos-eua-de-belicistas-nao-veremos-modelos-bonitinhas-dando-beijinho/

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/pcdob-lanca-manifesto-em-apoio-a-coreia-do-norte


Existem duas frases que resumem muito bem isso tudo, e elas são diga-me com quem andas, e eu te direi quem és, e, pelos frutos podeis conhecer a árvore.
Esse decreto é um acinte á democracia, e ele será a abertura para a implantação no Brasil de um regime ditatorial como Cuba e Venezuela. Acreditar na boa fé desse projeto, é fazer como os troianos fizeram ao aceitar o "presente", que na verdade estavam trazendo o inimigo para dentro de sua casa, e esse foi o motivo da destruição de tróia. Assim será com o Brasil, caso esse projeto seja aprovado.

Lutemos contra essa ameça! Pensem nisso! Compartilhem essa  mensagem! Reajam enquanto e tempo! 


Assim como tróia, o Brasil trará a destruição para si, caso aceite o "presente":



6 comentários:

  1. A ideia geral dos conselhos populares é válida, um tanto progressista até, é verdade, mas isso favoreceria, inclusive, ao nosso projeto do Partido Virtual Brasileiro, Parlamento Virtual, sindicâncias e lideranças comunitárias dos bairros, enfraquecidas ultimamente pela morosidade da burocracia estatal. Contudo, em minha análise política, a cilada troiana está não na proposta em si da Política Nacional de Participação Social, mas no aparelhamento desses movimentos ao Estado esquerdista. Na realidade, Ismael, o que quer ter é uma "Política Nacional de Participação Social das Esquerdas", uma 3ª via de fortalecê-la, pois uma vez dando poder de representatividade e de plebiscito unívocos, as propostas da esquerda não condizirão com as da direita, ficando esta relegada às minorias (e portanto não atendidas) e aquela vitoriosa (pois serão atendidas). Em suma, o que quero dizer, com minha análise, é que o PNPS ainda não será, em médio prazo, uma ditadura, mas a hegemonia da esquerda política. Aí sim, uma vez hegemônica, com pleitos não mais polarizados, eles terão o caminho fácil (e dado, como o presente de Troia) para a instauração do socialismo brasileiro nos moldes sulamericanos. Isso tudo atende à agenda fabiana de tornar todos os países latinos ligados aos EUA e com um déficit de dívida pública em territórios socializantes, a fim de remontar o que outrora foi o bloco comunista. Divulgarei sua matéria, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Wagner,


      mas como sempre, a esquerda usa esse desvio semântico, por assim dizer, afim de ter o monopólio das virtudes.

      Abraço!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ismael, como você bem diz, nossa presidente já está mostrando as garras. O povo pensará que está no comando, quando na verdade será muito bem comandado pelos interesses do Governo. Arapuca da brava! Já estou acompanhando essa questão, mas precisamos disseminar e conscientizar as pessoas sobre isso.

    ResponderExcluir
  4. Ismael, não porque meu comentário está saindo como "desconhecido". Estou tentando postar com o meu Gmail, é a Ana Golfetto Masella.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!

      Perfeitamente, combateremos isso com um trabalho de conscientização!

      Grato pelo apoio!

      Excluir