sábado, 8 de novembro de 2014

A fábrica de mentiras e a oposição em prol do partido. Parte 2. Dissecando velhas falácias


Como vimos no primeiro artigo, o mais grave problema do PT é militar em prol do partido em detrimento da verdade, ainda que sua posição seja retrógrada eles são cegos pelo seu orgulho partidário, que os impede de ver mérito em projetos que não sejam seus. 

Assim como foi com o Plano Real, hoje eles militam contra o projeto de reutilização da água pelo Estado de São Paulo.

Eu me deparei com uma notícia no site do PT digna de ser comentada, pois ela falta com a verdade. A matéria é intitulada como “Alckmin: água de esgoto para as casas de São Paulo” de Flávia Umpierre,segundo o site, ela é da Agência PT de Notícias.
Vamos confrontar a (des)informação com a verdade? Vejamos:

“Na busca por uma solução para o problema de falta de água em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) continua atrás de paliativos. Nesta quarta-feira (5), o tucano anunciou que irá usar esgoto tratado para abastecer casas da região em forma de água potável.”

As inverdades já começam no primeiro parágrafo, e  aqui ela está no “paliativo”, a autora falta com a verdade ao classificar o projeto como momentâneo, pois a reutilização é uma realidade, e deu certo em Singapura, Austrália, Espanha, Israel, Japão e no Canadá, e esse último país tem a mesma dimensão continental do Brasil. Evidências de que o projeto vai muito bem, obrigado, e portanto, classificar o projeto como paliativo, momentâneo é puro e simplesmente assinar atestado de que não conhece nada sobre o assuntou ou de desonestidade. Não há outra explicação conforme irei provar no decorrer do texto. 


“A estimativa do governo é que o empreendimento fique pronto no final de 2015 e gere cerca de três mil litros da chamada água de reuso, por segundo. O valor da obra é orçado em R$ 76,5 milhões.”

A autora falou de custo, mas ela se esqueceu (?) de dizer que com a ampliação do sistema de Guarapiranga, teremos mais 1.000 mil litros de água por segundo, quantidade essa que é o suficiente para abastecer uma cidade com 300 mil habitantes. Isso além do que já temos hoje, 14 mil litros por segundo.



“Mas essa não será a primeira estação capacitada para produzir água de reuso em São Paulo. Segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), quase todas as estações de tratamento de esgoto da região metropolitana produzem este subproduto do esgoto tratado.”

Sim, tem dado certo e irá dar certo, pois o projeto é inspirado em países como Israel, Canadá e Austrália e não em Cuba e em Venezuela. Para quem sabe ler, um pingo é letra.



“A diferença é que atualmente a água de reuso é destinada apenas para finalidades como regar jardins, auxiliar na limpeza das ruas ou em indústrias têxteis na região do Ipiranga. Será, portanto, a primeira vez que a população irá beber água do esgoto.”
A diferença é que aqui a autora omite aquilo que não lhe é conveniente, nos países mencionados por mim, a água de reuso não só é usada para finalidades como regar jardins, auxiliar na limpeza das ruas ou em indústrias têxteis, etc, como também para o o consumo, para beber, como é por exemplo, em Israel. Diferente dela (autora), eu irei aqui aos fatos mediante dados, fontes que corrobore a argumentação:

Especialista, o engenheiro sanitarista José Roberto dos Santos, diz que o processo de reutilização da água (inclusive para beber) já é utilizado em cidades de dos Estados Unidos, Bélgica, Israel e África.  Roberto dos Santos somente alerta que o modelo seja utilizado com atenção:

 “Todos os parâmetros químicos, físicos e microbiológicos têm que ter um controle muito rigoroso. Afinal de contas, está se partindo de esgoto”.

Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2014/11/estado-de-sao-paulo-vai-tratar-esgoto-para-consumo-anuncia-governo.html

Segundo o artigo da revista super interessante publicado no ano de 2000, nos Estados Unidos, os moradores do estado de Orange County na Califórnia, bebem água de reuso há mais de vinte anos (isso já no ano 2000), sem nenhum problema. Pois conforme a matéria da revista, o reúso foi a solução encontrada para que o lugar não secasse. 

Fonte: 
http://super.abril.com.br/ciencia/era-falta-d-agua-441456.shtml

Mais sobre o reuso de água: http://www.ecodebate.com.br/2010/12/30/reuso-da-agua-esgoto-tratado-pode-ajudar-a-agricultura-o-meio-ambiente-e-a-economia/

No site “O que você faz pelo planeta hoje?”, em um excelente artigo de Tayná Soares intitulado “Reuso de águas residuais em Israel” é abordado o tema. Segundo o artigo, no 1º Simpósio Internacional de Reuso de Água ocorrido em Curitiba-PR, o norte americano Menahem Libbhaber (um dos plaestrantes),  especialista em água e saneamento, disse em palestra:

“Por se tratar de um bem natural que está cada  vez mais raro e caro, reutilizar a água é de fundamental importância para o meio ambiente e também para a economia das empresas, cidadãos e governos”.

Fonte: http://www.oquevocefezpeloplanetahoje.com.br/reuso-de-aguas-residuais-em-israel-fazem-parte-dos-recursos-hidricos-do-pais/

O economista Gesner Oliveira, que é Ph.D. pela Universidade da Califórnia em Berkeley  presidente da Sabesp da gestão 2007 e 2010, disse em entrevista a revista Veja, entrevista intitulada “o fim da era do desperdício”, onde Gesner enfatiza o combate ao desperdício no Brasil, pois 37% da água tratada do país é desperdiçada. 

Gesner também testifica o que eu disse, segundo ele, ao ser questionado se existe algum país que sirva de modelo para o Brasil, ele responde:

“As peculiaridades são tantas que é difícil dizer, mas acho que esse país seria o Canadá, por ter a mesma dimensão continental e uma hidroeletricidade importante. Israel, Japão, Espanha, Austrália e Singapura também poderiam servir de inspiração - têm experiências muito positivas de saneamento e reúso.”

http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/o-fim-da-era-do-desperdicio-797301.shtml

Mais fontes:

Artigo científico “o reúso de água no brasil: a importância da reutilização de água no país”  http://www.conhecer.org.br/enciclop/2011b/ciencias%20ambientais/o%20reuso.pdf

Artigo da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ https://www.unochapeco.edu.br/quimica/noticias/reuso-de-agua-e-seus-beneficios-para-a-industria-e-meio-ambiente

Revista TAE – “Reúso de água e seus benefícios para a indústria e meio ambiente”http://revistatae.com.br/noticiaInt.asp?id=5790&genero=4

Câmara de Indústria e Comércio de Garibaldi-RS – “O reuso da água pode gerar benefícios econômicos, sociais e ambientais para as empresas”http://www.cicgaribaldi.com.br/noticias.php?id=2271#.VF4KFDTF_fI

Governo do Estado de São Paulo – “Alckmin anuncia 29 reservatórios e estações de produção de água de reúso”
http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/salaimprensa/home/imprensa_lenoticia.php?id=238304

CETESB Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – “ Reuso de água”
http://www.cetesb.sp.gov.br/agua/%C3%81guas-Superficiais/39-Reuso-de-%C3%81gua

Logo, a água de reuso é usada para o consumo humano também, e não só para os fins que ela citou.


“O Brasil ainda não possui qualquer legislação ou norma específica que regule o uso de esgoto tratado para consumo humano. Isso pode levar a solução emergencial de Alckmin a ser questionada judicialmente.”

Assim como em Israel, Japão, Espanha, Austrália,  Singapura e em cidades dos Estados Unidos, Bélgica, Israel e África? Será que vocês são tão estúpidos a ponto de serem contra o progresso simplesmente por causa de simples orgulho do partido? O partido é mais importante do que o bem de todos? Parece que sim.


“Vale lembrar que outras ações paliativas foram adotadas nesse período, sem sucesso. Foi o caso do bombardeio de nuvens para fazer chover sobre os rios que formam o Sistema Cantareira. A medida não deu certo. Até mesmo métodos ocultos, com direito a mutirões de rezas e orações foram convocados. Também fracasso total.”

Que piada! E vale lembrar, cara jornalista (?), que ações competentes como o plano real, que inclusive se não fosse a estabilidade da moeda nós não teríamos  o avanço de hoje, planos como esses também tiveram a tentativa de boicote pelo seu partido, minha cara.

Discursos como esse não passam de embuste, pois é leviano, assim como Lula fez em relação ao plano real, vocês fazem oposição pura e simplesmente a título de insulto, de recalque, você cria uma caricatura, sem base nenhuma, você não cita fontes, não passa de sofisma. Quando vocês dizem de forma leviana coisas do tipo “água de esgoto para as casas de São Paulo”, fica evidenciado que vocês tem coliformes fecais na cabeça, e esses dejetos se resumem no PT. Aliás, é preferível beber “água de esgoto”, do que da água do PT.







4 comentários:

  1. Um partido que sobrevive de mentiras, e governa por meio dessas só tende a tornar o país doente. Pior são os militontos com a cara do partido.

    ResponderExcluir
  2. Foi o que eu disse no comentário anterior: REVISIONISMO. A ideologia e o partido são os entes supremos da esquerda, o presságio sagrado da "sociedade futura" sob moldes socialistas. Fiquei escandalizado com tamanha demência jornalística dessa sra. Flávia Umpierre, um horror pra FENAJ -- Federação Nacional dos Jornalistas, uma demente impreterida, alienada (e alienante) duma frente que só sabe fazer história por meio da fraude e do crime. Você deveria postar isso como comentário à reportagem dela, Ismael. Ela é tão débil que desconhece que a empresa paulistana "Duratex" (portanto "o capital") é a pioneira no reuso de água -- inclusive pro banho, higienização e asseio de seus funcionários e instalações. http://www.duratex.com.br/Sustentabilidade/pt/Meio_Ambiente/Indicadores.aspx
    Triste de nós que, por causa de imbecis, teremos de ser governados por mais 4 anos por uma corja de facínoras.

    ResponderExcluir
  3. Oi Wagner,

    infelizmente lá no site do PT não tem comentários dos artigos, caso tivesse, eu faria questão de responder.

    ResponderExcluir