segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Inversão de valores pura e simples.

Fonte: Portal G1

Imagem: Divulgação no Google Plus.



Recentemente um cabo do Exército foi assassinado por bandidos, é o poder paralelo do banditismo se sobrepondo a quem deve defender a pátria sem que nada aconteça a eles. E acontecer como? Já se esqueceram que essa galerinha aí tem um verdadeiro exército no Congresso Nacional liderado pelo PT, Maria do Rosário e companhia limitada? 

Não sei o que é pior, o governo que fomenta isso com a desmoralização das Forças Armadas ou a sociedade e os militares que se calam perante fatos como esse. E malgrado acontecimentos como esse, ainda existe no Brasil a nefasta mentalidade esquerdista do desarmamento, que na prática nada mais é do que desarmar o cidadão de bem e armar bandidos até os dentes. Junte isso a outros ingredientes como a desmoralização das Forças Armadas e eis aí a receita perfeita para a criação de um Estado totalitário. 


Os bandidos e as organizações como o MST (ops, eu cometi um pleonasmo), pois nada melhor do que desarmar a população de bem, pois assim será mais fácil cometer atos criminosos como assaltos a mão armada e invasões de propriedades privadas, afinal, anulando as possibilidades de defesa, ou seja, agora será mais fácil atacar, pois a vítima não poderá se defender.

Enquanto as Forças Armadas são desmoralizadas (sucateamento, armas obsoletas, etc), o legislativo se preocupa com grupos terroristas como o MST e busca diálogo com o terrorismo islâmico. Enquanto o cidadão de bem pode (com muita burocracia e altíssimo custo financeiro) possuir para a sua defesa armas como um simples revólver calibre .38, os vagabundos tem escopetas, pistolas de grosso calibre, fuzis automáticos, e até metralhadoras (inclusive com essa última, bandidos derrubaram um helicóptero da Polícia Militar do Rio de Janeiro).

 

                                                 
Imagens: Divulgações: Google Plus e Facebook.


Enquanto o poder público não consegue proteger as nossas fronteiras, deixando livre a entrada de drogas e armas no Brasil, eles (poder público) não conseguem desarmar realmente quem deveria ser desarmado. O cidadão de bem, trabalhador e pagador de (altíssimos) impostos está à mercê de bandidos, a mercê de terem as suas propriedades invadidas.

MST (Movimento dos Sem Terra) invadindo e destruindo propriedade privada na cidade de Palmeiras das Missões no RS. 
http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/cidade/palmeira-das-missoes.html



Voltando ao militar assassinado, o nome dele era Michel Augusto Mikami, cabo do Exército Brasileiro e tinha apenas 21 anos de idade. O cabo Michel é apenas mais um, mais um sagrado sangue derramado pelas mãos da canalhice, do banditismo político brasileiro.

Nossas solidariedades a família desse herói da nação!

Compartilhe, divulgue, e lembre-se:






http://folhacentrosul.com.br/post-politica/3968/militares-reclamam-de-sucateamento-do-exercito-e-partido-comunista-acusa-pmb-de-golpismo

http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/defesa-nacional/defesa-nacional-e-prioridade-do-brasil/sucateamento-das-forcas-armadas-e-preocupante.aspx

http://colunas.revistaepoca.globo.com/ofiltro/2011/11/22/novo-relatorio-da-defesa-comprova-sucateamento-das-forcas-armadas/

http://www.aereo.jor.br/2013/07/30/militares-reclamam-da-penuria-da-aeronautica-e-dificuldade-para-tocar-projetos/

http://www.istoe.com.br/reportagens/15146_A+PIQUE

http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/sucateamento-da-frota/





0 comentários:

Postar um comentário