quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Procon/SP dá dicas para as compras de fim de ano

Fonte: Site Procon/SP.




A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) deu algumas dicas para quem irá as compras de fim de ano.

Segundo matéria da Assessoria de Comunicação do órgão, é essencial que os consumidores saibam planejar, pesquisar e comparar preços.

Em época de recebimento do 13º, o Procon alerta também para a compra consciente, não comprar por impulso.


Seguem abaixo as dicas de compras sugeridas pelo Procon/SP:


Antes de comprar, faça uma lista dos presentes, das contas de início de ano como IPTU, IPVA, seguro obrigatório, despesas escolares, viagens de férias; além das contas do dia a dia.

 Para não pagar mais caro, o ideal é comprar com antecedência, pesquisar os preços e evitar compras por impulso. O pagamento à vista é recomendado. Se não tiver como fugir do parcelamento, verificar as taxas de juros e o número de parcelas.

 Exigir nota fiscal e informar-se sobre as condições de troca. A loja não é obrigada a efetuar troca por causa de tamanho, cor ou gosto. Mercadorias lacradas como DVDs, CDs, livros e brinquedos devem ter uma amostra fora da embalagem para serem testadas (Lei Estadual 8.124).

 Ao optar por vale-presente, verificar se há alguma pré-definição (tipo de artigo, tamanho, cor, marca, etc.), se é necessário fazer por escrito, se existe prazo para uso e se é válido em todas as lojas da rede.

 Deve-se anotar na nota fiscal de que forma será restituída uma eventual diferença de valores. O estabelecimento é obrigado a restituir em moeda corrente, contra vale ou complemento do valor para aquisição de outro produto.

 Se o produto apresentar problema, o Código de Defesa do Consumidor determina que a solução deve ocorrer em até 30 dias. Caso contrário, o consumidor pode optar entre a substituição do produto por outro da mesma espécie, restituição do valor pago (monetariamente corrigido) ou abatimento proporcional do preço. 

No caso de compras pela internet, a atenção deve ser redobrada. Desconfiar de ofertas que ofereçam muitas vantagens e preços muito baixos. Antes de começar, é recomendável atualizar ou instalar softwares de segurança no computador, e consultar a liste de sites não recomendados pelo Procon-SP.

 O consumidor deve salvar todos os arquivos e documentos que comprovem a compra e o pagamento. Não realizar transações online em locais de internet pública como lan houses e cibercafés.


O site do Procon/SP disponibiliza também uma listagem de sites não recomendados para fazer compras: 
http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php




0 comentários:

Postar um comentário