sexta-feira, 23 de outubro de 2015

CDL Barra Mansa lança campanha contra a volta da CPMF

0 comentários



Eu recebi um email da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Barra Mansa, no qual contia link para informativo da instituição.
Nessa mesma mensagem, uma forte campanha contra a volta da CPMF. 
Como esse blog é um ferrenho defensor da luta contra essa safadeza, nós gostaríamos de apoiar a campanha.
Seguem abaixo o link da campanha, bem como o da CDL. Basta clicar em "assine aqui" e assinar o abaixo assinado contra a volta do imposto do cheque. 
Lembre-se que isso é um dever moral de todo brasileiro de verdade!


http://diganaoacpmf.com.br/

http://www.cdlbm.com.br/v1/images/revistaolojista/20151016172759.pdf
Continuar lendo...

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Escravizados pelo carro.

0 comentários

"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar." Martin Luther King




Continuar lendo...

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Volta Redonda (RJ) promove feira de integração social

0 comentários



De 07 a 09 de outubro a Prefeitura de Volta Redonda através da Secretaria de Ação Comunitária, e do Centro de Inclusão Produtiva estará realizando a feira de integração Social.

Com o propósito de divulgar os trabalhos de artesãos do município, a fim de que eles tenham a oportunidade de comercializar os seus produtos, o evento será realizado na Praça Sávio Gama das 08h às 17h.

Segundo Rosane Marques, diretora do Departamento de Proteção Básica da Secretaria de Ação Comunitária, o evento terá desde produtos alimentícios como bolos, tortas e salgados até artes em MDF, bordado tricô e peças íntimas.


Para maiores informações: 


http://www.portalvr.com/9-noticia-destaque/1486-smac-promove-feira-da-integracao-social-em-volta-redonda

24 3339-9570

     

Continuar lendo...

sábado, 3 de outubro de 2015

CPMF - A volta dos mortos vivos e o acinte à sociedade.

6 comentários

Fonte: Estadão.

"Nós temos um sistema que cobra cada vez mais impostos de quem trabalha e subsidia cada vez mais quem não trabalha." Milton Friedman (1912-2006)



Nada é tão ruim que não se possa piorar. Esse era o slogan de campanha política do então candidato a deputado federal (e hoje infelizmente reeleito) Tiririca.

Essa máxima não só é ingênua como é falsa, e consequentemente nociva. Principalmente quando se é dentro do contexto em questão.

Sim, ainda que pareça o fundo do poço, pode haver a piora.

Um tema que tem sido bastante falado atualmente é a intenção do governo federal em ressuscitar a CPMF. Para quem não sabe (ou não se lembra), a CPMF foi criada por Fernando Henrique Cardoso como um imposto provisório, tanto que o nome significa: Contribuição Provisória sobre Movimentações financeiras. 

Com o apoio político do PMDB, através de um acordo de interesses escusos e nefastos que só é interessante ao eixo do mal que predomina na atual política nacional, Dilma Rousseff  milita para que o antigo imposto seja ressuscitado através de benesses aos parasitas da base aliada, do PMDB.

Está com fome? Em alimentos, nós pagamos 17% de imposto no arroz e no feijão, 32% no açúcar, 26% no óleo de cozinha, 38% no fermento, 25% no fubá, 33% no iogurte.


Tens sede e quer beber algo? O imposto sobre a cervejinha que o brasileiro tanto gosta está em torno de 55,6% e em bebidas essenciais como a água mineral, 44,55%.
Quer entretenimento? O famoso Playstation 4, aqui no Brasil, 72% do valor do aparelho, é imposto.

O brasileiro trabalha em um ano, o período de 5 meses só para pagar impostos, só para manter impostos. 

Não obstante disso, eles querem mais impostos. Engraçado, não é o PT quem usurpou a bandeira da defesa dos mais pobres? Santa mentira!

É lamentável que nós paguemos pela má gestão e a corrupção desenfreada que assola o país.

Segundo a mentalidade de Dilma Roussef, a solução é agradar aos aliados e mandar à conta de sua gestão corrupta e incompetente nas costas do povo, afinal, a corda arrebenta para o lado mais fraco, não?

Por que ela não corta os grandes repasses às entidades inúteis e criminosas como o MST? Por que o envio de milhões a ditaduras como, por exemplo, Cuba, país ao qual enviamos milhões e o gigante gasto com estádios durante a copa do mundo enquanto brasileiros morrem em filas de hospitais?

Por que ela não diminui o número de ministérios (na maioria são inúteis, cabides de emprego)? Por que não cortarmos as regalias (que não são poucas) e acabarmos com os aumentos escandalosos de salários de políticos, enquanto o pai de família tem de se contentar com um salário mínimo? 
Enfim, é lamentável que um governo só veja a solução pela via política, agradando aos amiguinhos do reino e extorquindo nós, os súditos.

E finalizando esse desabafo, vocês sabem o porquê do título do texto? Trata-se simplesmente do governo que quer tirar do túmulo algo que para o povo não só deve estar como está morto, porém no coração deles (governantes), está mais vivo do que nunca!

Tudo para que o reino de da incompetência e da corrupção se perpetue, e nós não iremos pagar o pato!



Brasil: Ou você dá o seu dinheiro para o Estado ou morre




Rachel Sheherazade fala da volta da CPMF e aumento de impostos por decreto





Ratinho manda Dilma tomar ‘vergonha na cara’ ao falar sobre proposta de volta da CPMF.
                       


Continuar lendo...

São Paulo divulga calendário do IPVA 2016

0 comentários



Conforme o decreto nº 61, 520 de 29 de setembro de 2015 (publicado no Diário Oficial Estadual), já está disponível aos proprietários de veículos do Estado de São Paulo, o calendário para pagamento do IPVA referente ao ano de 2016.


Decreto publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo



Terão descontos de 3% (três por cento) os proprietários que pagarem o imposto integralmente, ou seja, em uma única parcela. Para isso, o pagamento deverá ser realizado até o dia 11 de janeiro de 2016.

Para a opção de pagamento parcelado (somente para, vans, ônibus, micro-ônibus, motos e similares), as parcelas deverão ser pagas nos meses de janeiro, fevereiro e março.

Lembrando que o pagamento do seguro DPVAT (seguro obrigatório) deve ser realizado de forma integral junto com a primeira parcela do IPVA ou juntamente com a cota única. 

Segue abaixo tabela do calendário:



Continuar lendo...