terça-feira, 2 de agosto de 2016

O (falso) monopólio das virtudes e o raciocínio histérico

"Porque não há coisa oculta que não haja de manifestar-se, nem escondida que não haja de saber-se e vir à luz."

Lucas 8:17




Embora o vídeo não seja nem um pouco recente, ele é muito pertinente, pois são situações como essa que por assim dizer dão "tilt" na extrema esquerda.

E este vídeo comprova o efeito dessa máxima. Nele nós temos três personalidades:


- O saudoso Clodovil, um homossexual decente, que não era militante LGBT, não rezava a cartilha politicamente correta (inclusive era contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo) e não fez de sua orientação sexual uma bandeira política;


- Dr.ª Havanir, médica, artista, etc, e nordestina de Sergipe;


- DR. Enéas Carneiro, além de médico (mestre em cardiologia), era licenciado em matemática, física e era escritor. Somado a isso, era nortista de Rio Branco no Acre;


Em suma, em uma conversa claramente de cunho conservador, nós vemos um homossexual, uma nordestina e um intelectual nortista. Três perfis de defensores dos pressupostos de esquerda? Como diz o linguajar internauta: “SQN” (Só Que Não). Todos os três não dependeram de esmolas do governo, mas sim em meio às dificuldades construíram as suas carreiras com esforço próprio e não eram militantes esquerdistas.

Novamente aconteceu o que literalmente trava o raciocínio esdrúxulo, histérico, hipócrita e automaticamente desonesto de idiotas como Jeânus Wyllys, Titica Anta Cruz, Comunista Feghali e companhia limitada.

Enfim, é melhor a galerinha do politicamente correto criar novas lorotas, pois essa do monopólio das virtudes já está manjada.

0 comentários:

Postar um comentário